Lula livre, e agora?

Lula livre, e agora?

Imagem de Lula livre, e agora?

Estamos numa época que se encaminha mais a polarização do que ao encontro. Lula foi solto: uma oposição será manifesta, Lula liberto: que encontro promoverá.?

O Brasil não precisa de oposição, mas de caminhada. Estamos gerando uma sociedade em que um quarto dos jovens não estuda nem trabalha. Segundo o IBGE, 6,5% da população brasileira sobrevive com 145 reais por mês. Num país em que o abismo social aprofunda-se necessitamos de uma caminhada. Levantar uma voz. Em vez de empurrar as pessoas para a miséria, as levar para a civilização.

O Brasil necessita se alinhar com uma consciência maior. Uma reflexão capaz de trazer um projeto de nação. A soltura do Lula deve ser o caminho dessa nova abertura. É o momento do homem brasileiro se colocar diante dos acontecimentos. A chance de reinterpretar o sentido da História chama o Brasil. Encontrar um perfil.

O Brasil precisa pensar sua participação na Era do Conhecimento. Sair do torpor da corrupção, das fake news. Há a necessidade de um novo através do viés ideológico trabalho- conhecimento-capital. O conhecimento ser incluído como promotor da dignidade da pessoa humana e da relevância do valor social do trabalho.

O Mundo necessita rodar a História. Estamos entrando numa nova época mas com sérias dificuldades de se livrar de alicerces antigos. As multidões vão as ruas mas não conseguem ir além das três últimas ideologias que foram o iluminismo, liberalismo e marxismo. As suas causas ficaram confusas e deixando as pessoas marginalizadas. Estamos diante do espectro da Sociedade 1%. Um Mundo à espera de uma nova estruturação intelectual.

Lula está diante de um destino. Ou promove o novo ou se afoga em antigas disputas. O Brasil está com grande dificuldade de se tornar uma nação. Cada dia capitula mais. Isto faz, com que as pessoas vivam de desavenças desnecessárias. Estamos cansados de polarizações inúteis. A criarem um país sem cidadania.

Precisamos de um guia a mostrar que existe uma História a construir. A expectativa é que Lula se oriente na direção da Era do Conhecimento. O século 21 chega a notáveis conquistas tecnológicas mas com um homem sem entender seu sentido maior. Ninguém quer passar sua vida em vão. Cada pessoa é uma flecha querendo atingir um alvo. Existe uma História empurrando o acordar da vida de cada um.

Existe um destino a ser conquistado. Um caminho que depende da política. De sua ressureição. Estamos à espera de homens capazes de levantar essa elevação. O tempo mostrará o quanto Lula está preparado a ir além das relações capital-trabalho.

O papel do Lula indignado é o de promover uma nova História. Induzir seus companheiros a que isto aconteça. O Mundo se encaminha para uma nova onda. A do cultivo da folha em branco. Ao homem foi dado o direito ao Caminho da Mente. O Brasileirinho está à espera de alguém que abra-lhe as portas para participar da Era do Conhecimento.

— Que tipo de PC (Partido do Conhecimento) o PT se transformará.?

Por Melk